Gustavo A Vilela
O puro e ingênuo amor, pela doce arte das palavras...
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
ContatoContato
Textos


            Uma folha, em branco, se torna um vasto campo aberto com varias possibilidades para novas historias.
            Porém, se for continuação de outra historia, ela deve manter e seguir a essência do personagem em questão.
            E impossível criar uma nova historia com o mesmo personagem anterior, claro talvez seja possível, más isso, tira suas características deixando a historia; chata e sem sentido.
            Podemos sim, criar uma nova historia com o mesmo personagem trazendo sempre novos acontecimentos e fatos, más mantendo sempre o estilo a o qual estamos acostumados com nosso personagem, o ver resolver as coisas como está habituado a fazer nas pagina anterior.
            Tira-lo de seu padrão atual e deixando a essência de lado, e melhor deixar o ponto final logo e deixar as próximas paginas em branco.
            Preencher uma nova folha com o mesmo personagem significa colocar mais coisas em sua vida, mas sempre mantendo seu carisma e modo de resolver as coisas, o belo então seria usa-lo criar circunstancias ou problemas serem resolvidos da mesma forma de sempre, trazendo apenas capítulos maiores para chegar ao tão esperado fim.
 
Gustavo Vilela
Enviado por Gustavo Vilela em 10/06/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras