Gustavo A Vilela
O puro e ingênuo amor, pela doce arte das palavras...
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
ContatoContato
Textos


            Em nossa vida, passamos toda parte dela buscando a felicidade, no qual a maioria das pessoas busca isso através do dinheiro e pouco se nota que talvez sejamos felizes e não sabemos Carlos, nosso personagem de hoje descobriu isso da pior forma.
            Nada estava bem na vida de Carlos, pois sua esposa Rosa, havia o deixado fazia pouco tempo que colocou o fim no casamento, más Carlos a perdeu já havia anos com sua busca incansável por dinheiro, fez com que deixasse sua esposa de lado.
            No começo daquele romance Carlos, sempre foi romântico dava a sua amada flore e mais flores, más com o passar do tempo isso foi se acabando, aquele que foi um lindo romance passou a ser uma chata rotina.
            O casamento dos dois, foi morrendo aos poucos, mesmo nascendo sua filha, Claudia, que talvez seria algo para salvar aquele casamento se transformou em outro fator que fez com que Carlos, mudasse ainda mais.
            Aquele homem romântico, agora era um rico empresário com olhos apenas para sua fortuna queria fazer de tudo para dar uma vida boa para Rosa e Claudia, esses que ate então não sabia eram seus bens mais preciosos.
            Porem Carlos, não aceitou muito bem o termino do casamento e decidiu por um fim na própria vida, pois havia notado que mesmo estando rico não tinha mais o amor de sua amada, então tomou veneno para por logo um fim.
            Agonizando no chão, sua cabeça vinha imagens dele com sua amada, com sua filha e os três juntos. Pensou em sua filha que ate então não tinha pesado muito em sua mente, para tomar tamanha decisão.
            Ali no chão pudera pensar em que futuro sua filha teria sem o pai, pensou em como foi mesquinho e como iriam explicar aquela linda e inocente garotinha que o pai fez algo tão cruel em tirar a própria vida.
            Também, se lembrou das vezes que foi omisso com sua esposa e com sua filha, que trocou sua família por sua fortuna, se deu conta de que sua riqueza era sua família, pôr ele havia trocado a verdadeira fortuna por um monte de nada.
            Má se sentiu certo alivio, pois mesmo sem ele, sua fortuna ainda iria garantir que sua filha tivesse tudo que precisava, mesmo sabendo que ela ria preferir o pai. E assim termina a vida de Carlos, o homem que era feliz e buscou a felicidade e trocou tudo por nada e saiu como um fraco.
 
Gustavo Vilela
Enviado por Gustavo Vilela em 13/06/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras