Gustavo A Vilela
O puro e ingênuo amor, pela doce arte das palavras...
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
ContatoContato
Textos


     Longas e maravilhosas, são as noites daqueles que optam em viver na boemia.
     Ambientes elegantes com boa música, pessoas com os mais variados gostos, estilos e generos, cada um com seu jeito de ser e com suas proprias filosofias.
     Quando são reunidos todos esses conjuntos se forma um acorde musical, que muitos sonham, más poucos são aqueles que se aventuram a entrar nesse mundo e viver a boemia em sua totalidade.
     Um estilo de vida livre. onde ser feliz e a prioridade, onde não se julga ou se classifica, apenas se vive.

     Praças, bares e restaurantes se tornam paucos da mais puras essências de se viver, esses lugares se escutam os mais variados e belos assuntos, os ambientes viram verdadeiros paucos e paisagens dos mais belos contos de amor, traição talvez e ate mesmo lições de vida.
     Me lembro de muitas noites, rodeados por pessoas interessantes com bebidas e sentido o cheiro dos mais variados perfumes, em rodas de conversas onde cada um tem um ponto de vista, porém todos se respeitam.
     E assim são as noites dos boemios. Que infelismente terminam ao amanhacer, más quando chega a o fim todos estão felizes em saber que aproveitaram bem a noite e que todos ali serão vistos novamente.
Gustavo Vilela
Enviado por Gustavo Vilela em 17/10/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras