Gustavo A Vilela
O puro e ingênuo amor, pela doce arte das palavras...
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
ContatoContato
Textos


Apenas com os pensamentos
     Fico grande parte dos meus dias e noites, simplesmente pensadas em coisas que deveriam ser feitas ou que posso fazer. Acredito que minha maior qualidade seja a imaginação é algo puro que não da para ser tirado de você.
Olho fascinado em olhar as crianças com seus sonhos suas ideias, e a aquela coisa chata chamada realidade que só aprendemos quando adultos.      Quando se para e pensa você observa que realidade que se aproxima já não e linda e maravilhosa como antes que as coisas se tornaram mais difíceis os sonhos se tornam mais simples, o que aconteceu com aquele olhar puro e sonhador.
     Mais o que e certo seguir um caminho e deixando para trás e se enquadrando em aquilo que às vezes a própria vida e realidade que nos colocaram, talvez devessem aceitar e mais fácil e menos doloroso. Más o que mudou da infância ate aqui foram a gente ou talvez a resposta seja muito simples nos enquadramos o mundo já não mais tão divertido a vida já não e tão interessante.
     Fico pensativo paro em frente a um espelho e sempre me pergunto o que aconteceu em que me tornei, saio para lugares diferentes e sempre me vem à mente: tenho que ir embora não e tão legal e não gosto daqui e gelado e sem sal. Então me retiro volto para onde esteva e me vem à mesma ideia.
     Gostaria de viver em um mundo imaginário com todas suas belezas, milagres e alegrias. Porém infelizmente não pode, vivo no mundo real, tendo como saída os poucos momentos tenho a pensar e imaginar, pois e tudo que tenho e também o que quero.
Gustavo A Vilela
Gustavo Vilela
Enviado por Gustavo Vilela em 27/08/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras